Bruno Martiniano tem contas de 2013 rejeitadas pela Câmara e fica inelegível

2395

O ex-prefeito da cidade de Gravatá, Bruno Coutinho Martiniano Lins, teve as contas de 2013 reprovadas mediante sessão virtual, aberta para o público, realizada na tarde desta terça-feira (25/08).

Participaram da sessão os vereadores: Dodi Flores, Junior de Paulo, Léo Giestosa, Gustavo da Serraria, Nino da Gaiola, Miaeiro, Paulo Farias, Regis da Compesa, Val do Ônibus, Bolo da Areia, Marcelo Motos, Neo do Boi, Suíno, Antônio da Rodoviária e o presidente da Casa Elias Torres, Léo do AR.

Participaram também, o próprio ex-prefeito, Bruno Martiniano, e seu advogado, Silvio Pessoa, além do advogado Sandro Silva, representando a Câmara.

Com uma sessão de 4h, as contas de 2013 do ex-prefeito foram rejeitadas por voto nominal, sendo 15×0, ou seja, unanimidade. Com a rejeição das contas, Bruno Martiniano fica inelegível, se enquadrando na lei da Ficha Limpa.

Recentemente em Chã Grande, foram votadas as contas do ex-prefeito Daniel Alves, que também teve o mesmo parecer, e foram rejeitadas pela maioria dos vereadores.