O número de ações contra a coligação “Frente Popular de Gravatá” só cresce e entre as principais denúncias está a divulgação abusiva de Fake News. Nesta quinta-feira (5), mais uma decisão da Justiça Eleitoral, em desfavor de Joselito Gomes, candidato a prefeito, Júnior Darita candidato a vice-prefeito, Marivan Melo, candidato a vereador e Werik Ciron, intimou o grupo a excluir das redes sociais mais um vídeo calunioso, que faz parte da web-série de Fake News, chamada Alerta Gravatá. O direito de resposta também foi assegurado.

Desta vez o vídeo fala sobre um antigo caso, onde há a afirmação que o cemitério Santo Amaro não possuía coveiro e que uma família teve que enterrar por conta própria um ente querido. O que já foi provado que não é verdade e portanto o vídeo tem o único objetivo de deturpar a imagem da atual gestão e induzir o eleitor ao erro, tendo como base calúnias e difamação.

A coligação “A Mudança Continua” principal alvo das fake news do grupo que soma derrotas na justiça eleitoral, expressa o repúdio a qualquer ato desrespeitoso e a propagação de informações injuriosas e reitera seu compromisso com a verdade e com a democracia.