A prefeitura de Gravatá através do Secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Controle Urbano, Ricardo Malta, contratou com dispensa de licitação, uma empresa de engenharia para construção de gavetários e sanitários no Cemitério Municipal de Santo Amaro, em Gravatá.

Além da dispensa da licitação, a empresa escolhida por Malta para fornecer o serviço, foi a Construtora Solo Prestadora de Serviços Eireli, da cidade de Chã Grande, com CNPJ recém aberto (05/01/2021), no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica.

Sob o n° 003/2021, referente ao Processo n° 00512021, com fulcro no Art. 24. IV, da lei federal n°. S.666 93, a empresa vai receber R$95.016,51 (noventa e cinco mil dezesseis reais e cinquenta e um centavos).

A divulgação dessa contratação só veio a tona após a publicação de Rodolfo Silva se espalhar nas redes sociais. Vários questionamentos por parte dos gravataenses sobre a escolho da empresa foram gerados. A pergunta que não quer calar, “Gravatá não tem empresa qualificada para prestar o serviço?” ou melhor, “porque não beneficiar os de casa que estão passando por uma Quarentena rigorosa?”.

Confira na integra o Contrato sem Licitação nº 003/2021: