(PT) e (PSOL) podem se unir e Gama de Oposição ao Governo do Recife aumenta

560

O PT e o PSOL podem se unir para lançar a nova Frente de Oposição, e desta vez não só ao Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, mais ao PSB de Recife.

A gama de opositores aos descasos escancarados pela imprensa, cometidos tanto pelo Governo do Estado, quanto pela Prefeitura do Recife, vem aumentando.

De um lado, Priscila Krause e Mendonça Filho, ambos do (Democratas), do outro lado Marilia Arraes (PT) e Severino Souto, presidente do (PSOL) em Pernambuco. Nomes que estão constantemente mostrando as irregularidade, tanto da prefeitura como do Governo do Estado.

Marília Arraes afirmou nesta terça-feira (07) que está confiante na formação de uma frente de oposição e que poderá contar com a presença do PT e do PSOL.

Recife tem pouco mais de 1,6 milhão de habitantes. E deste total 600 mil pessoas vivem abaixo da linha de pobreza.